Metro de Londres

por Otávio Piazzi
0 Comente
metro londres

Londres é um lugar incrível. Há sempre algo para fazer, e a rede de metrô é excelente. Você pode ir para qualquer lugar na cidade usando o metrô. Ele é rápido, confiável e fácil de usar.

Baixe gratuitamente o guia com 3 passos simples para entrar no mercado de trabalho na Inglaterra.

Se você está planejando visitar Londres, ou se mora aqui, você definitivamente precisa saber como usar o metrô. Aqui estão algumas dicas úteis para ajudá-lo a se orientar na rede de metrô londrina.

Tudo que você precisa saber sobre Londres esta aqui.

  1. Compre um mapa do metrô

Você pode encontrar mapas do metrô em qualquer estação, ou pegar um gratuitamente na maioria dos hotéis e hostels. Se você estiver planejando sua viagem com antecedência, você também pode baixar um mapa do metrô para o seu telefone ou tablet.

  1. Saiba qual a sua linha e destino

O metrô de Londres é composto por 11 linhas diferentes, que cobrem toda a cidade. Cada linha tem uma cor e um nome. Certifique-se de saber qual a sua linha e destino antes de entrar na estação.

  1. Veja as tarifas

antes de entrar na estação, certifique-se de verificar as tarifas. A maioria das estações tem painéis com todas as informações que você precisa saber sobre tarifas. Se você não conseguir encontrar um, pergunte a um funcionário da estação.

  1. Pegue o seu bilhete

Você pode comprar seus bilhetes em qualquer estação, mas é melhor fazê-lo antes de entrar na plataforma. Você pode comprar bilhetes individuais ou de dia, que lhe permitem viajar quantas vezes quiser em um dia.

  1. Siga as setas

Uma vez que você esteja na estação, siga as setas para chegar à sua plataforma. As setas sempre irão levá-lo na direção certa.

  1. Siga as placas

Além das setas, haverá placas em toda a estação indicando o caminho para a sua plataforma. Certifique-se de seguir as placas para não se perder.

  1. Fique atento aos horários

Os horários do metrô são rigorosos, então certifique-se de chegar à sua plataforma com antecedência. Se você perder o seu trem, não se preocupe, outro logo virá.

  1. Esteja preparado para fechar as portas

As portas do metrô se fecham assim que o trem começa a andar, então certifique-se de estar na plataforma e pronto para embarcar antes que elas se fechem.

  1. Fique atento aos anúncios

Os funcionários do metrô sempre farão anúncios quando o trem estiver chegando à sua estação. Preste atenção aos anúncios para não perder sua parada.

  1. Siga as saídas

As saídas das estações de metrô são bem sinalizadas, mas às vezes podem ser um pouco difíceis de encontrar. Se você se perder, pergunte a um funcionário da estação para mostrar o caminho.

Com essas dicas, você deve ser capaz de se orientar facilmente na rede de metrô londrina. Se você seguir as setas e placas, e ficar atento aos horários e anúncios, você não terá problemas para chegar ao seu destino.

História do metrô de Londres

O metrô de Londres é o sistema subterrâneo mais antigo do mundo, com mais de 150 anos de história. A primeira seção foi inaugurada em 1863, e a rede foi lentamente construída a partir daí. Hoje, o metrô cobre toda a cidade, com 400 estações em 11 linhas diferentes. Ele transporta milhões de pessoas todos os dias, tornando-se uma parte essencial da vida londrina.

A história do metrô de Londres é longa e interessante. Se você estiver interessado em aprender mais sobre o sistema, recomendamos visitar o Museu do Metrô, que conta a história completa do metrô londrino. Ou, você pode simplesmente continuar lendo para aprender os fatos mais importantes sobre o metrô de Londres.

Os primeiros planos para um sistema subterrâneo em Londres datam de 1854, quando um engenheiro chamado Charles Pearson apresentou um plano para uma rede de trens subterrâneos que ligaria as estações ferroviárias da cidade. Pearson acreditava que um sistema subterrâneo seria a única maneira de lidar com o tráfego intenso nas ruas de Londres. Sua ideia foi bem recebida, e em 1860 a primeira seção do metrô foi construída.

A primeira linha do metrô, chamada de Metropolitan Railway, foi inaugurada em 1863. Ela ligava as estações Paddington e Farringdon, cobrindo uma distância de 6 km. A linha era movida a vapor, e os trens eram puxados por cavalos até 1867, quando foram substituídos por locomotivas a vapor. A Metropolitan Railway foi um sucesso imediato, e logo outras linhas foram construídas para ligar as outras partes da cidade.

Em 1884, a primeira seção da City & South London Railway foi inaugurada. Ela ligava a estação Stockwell com a estação King William Street, percorrendo uma distância de 8 km. A City & South London Railway era movida a eletricidade, e foi a primeira linha do metrô a utilizar essa tecnologia. A linha foi um sucesso, e logo mais linhas elétricas foram construídas.

Hoje, o metrô de Londres é um sistema complexo e bem integrado, com 11 linhas diferentes que cobrem toda a cidade. Ele é utilizado por milhões de pessoas todos os dias, e é uma parte essencial da vida londrina. Se você estiver visitando Londres, certifique-se de pegar o metrô pelo menos uma vez – você não vai se arrepender!

Veja também Os 10 pontos turísticos imperdíveis de Londres

Zonas do metrô de Londres

O metrô de Londres é dividido em 9 zonas, que cobrem toda a cidade e seus arredores. A maioria das atrações turísticas fica nas zonas 1-2, que são as mais centrais. Se você estiver viajando para fora do centro da cidade, você pode precisar comprar um bilhete para uma zona mais alta.

Os preços dos bilhetes variam de acordo com a zona em que você está viajando. Bilhetes para uma única zona custam £2,40 (US$ 3,30), enquanto bilhetes para duas zonas custam £4,90 (US$ 6,60). Bilhetes para todas as 9 zonas custam £12,70 (US$ 17).

Você pode comprar bilhetes para o metrô de Londres nas máquinas automáticas nas estações, ou na loja Oyster Ticket. Você também pode comprar um cartão Oyster, que é uma espécie de cartão de crédito pré-pago que você pode usar para pagar suas passagens. Os cartões Oyster custam £5 (US$ 6,70) e podem ser usados em todas as linhas do metrô.

Oyster card

O cartão Oyster é o cartão de transporte público pré-pago da cidade de Londres. Ele pode ser usado em todas as linhas do metrô, ônibus, barcas e trens suburbanos da cidade. O cartão Oyster custa £5 (US$ 6,70) e pode ser usado para pagar suas passagens de metrô.

Os cartões Oyster são extremamente úteis se você planeja fazer muitos deslocamentos durante sua estadia em Londres. Eles são bem fáceis de usar: basta inseri-lo na máquina na entrada da estação e ele fará o pagamento automaticamente. Você também pode usar seu cartão Oyster para comprar bilhetes para ônibus e barcas.

Os cartões Oyster podem ser adquiridos nas máquinas automáticas nas estações, ou na loja Oyster Ticket. Se você estiver viajando com crianças, é possível obter um cartão Oyster gratuito para elas. Para mais informações, visite o site do metrô de Londres.

Como usar o Oyster card

Para usar o Oyster card, basta inseri-lo na máquina na entrada da estação. A máquina registrará a sua passagem e cobrará a tarifa apropriada. Você também pode usar o Oyster card para comprar bilhetes para ônibus e barcas.

Acessibilidade no metrô de Londres

O metrô de Londres é acessível para pessoas com mobilidade reduzida. Todas as estações do metrô possuem elevadores e rampas, e algumas estão equipadas com plataformas elevatórias. Se você precisar de assistência, basta solicitar a um funcionário da estação.

Para mais informações sobre a acessibilidade no metrô de Londres, visite o site do metrô de Londres.

Veja também o que fazer em Londres.

Baixe gratuitamente o guia com 3 passos simples para entrar no mercado de trabalho na Inglaterra.

Deixe um comentário

oito + 7 =

você pode gostar