Greve à vista! Metrô de Londres enfrentará paralisações no início de janeiro

Ações planejadas pelos sindicatos promete impactar significativamente o transporte público na capital britânica

por uailondres
0 Comente

Londres irá enfrentar um início de ano desafiador no que diz respeito ao transporte público. A partir de 5 de janeiro de 2024, o Metrô de Londres, essencial para a mobilidade urbana da cidade, será palco de uma série de greves. Estas paralisações, anunciadas pelo sindicato dos trabalhadores ferroviários (RMT), surgem após a rejeição de uma proposta de aumento salarial de 5% oferecida pela Transport for London (TfL).

Cronograma Detalhado das Greves:

As greves estão programadas para ocorrer em várias fases, afetando diferentes grupos de trabalhadores:

  • 5 a 12 de Janeiro: Membros do RMT no Metrô de Londres entrarão em greve geral.
  • 5 e 6 de Janeiro: Greve dos trabalhadores de engenharia e manutenção, com a continuação da recusa de horas extras até 12 de janeiro.
  • 7 e 8 de Janeiro: Greve dos membros do Centro de Controle e de Controle de Energia do Metrô de Londres.
  • 8 de Janeiro: Greve total dos funcionários do RMT no Metrô de Londres.
  • 9 de Janeiro: Greve dos controladores de sinalização e serviço.
  • 10 de Janeiro: Outra greve total dos funcionários do RMT no Metrô de Londres.
  • 12 de Janeiro: Greve dos controladores de sinalização e serviço.

Impacto para os usuários: As greves causarão interrupções significativas, especialmente nos dias 8 e 10 de janeiro, quando o metrô deve parar completamente devido à falta de pessoal.

Posição do Sindicato: O secretário-geral do RMT, Mr. Lynch, expressou a posição do sindicato, declarando:

Os trabalhadores do metrô que ajudam a gerar enormes valores para a economia de Londres não vão aceitar que gerentes seniores e comissários ganhem muito, enquanto eles recebem ofertas modestas abaixo da inflação.

Nos dias da paralisação consulte o site da tfL e use o aplicativo Citymapper para planejar sua jornada.

Anuncie no uailondres.

Se você viu, seu cliente também.

Saber mais

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

você pode gostar